SÚPLICAS DE UM CORAçãO
ebook

SÚPLICAS DE UM CORAçãO

Editorial:
HARLEQUIN IBÉRICA PORTUGAL
Materia
Novela
ISBN:
978-84-687-6456-6
Páginas:
160
Formato:
Epublication content package
Derechos eBook:
Copiar/pegar: Prohibido.
Imprimible: Prohibido.
DRM
Si
Colección:
SABRINA | SABRINA

Uma esposa... em todos os sentidos.

Penny tinha um grande problema: o seu ex-noivo Marco Maffeiano era o proprietário de metade da sua casa familiar e ela tinha que pagar um monte de dívidas contraídas pelo seu defunto pai. Por isso, não teve outro remédio senão aceitar a oferta de Marco: ele saldaria as suas dívidas se ela se convertesse em sua esposa...

Seria uma esposa comprada, mas ele queria que o fosse em todos os sentidos. A atracção que havia entre eles era tão forte como antes e a paixão era cem vezes mais poderosa... Foi então que Penny descobriu que continuava apaixonada por Marco.

Otros libros del autor

  • MARIDO E AMANTE
    ebook
    Titulo del libro
    MARIDO E AMANTE
    JACQUELINE BAIRD
    Ela queria mais do que um amante incrível? queria um marido que a amasse!Leon Aristides acreditava no dinheiro, no p...

    Q. 20

  • SÚPLICAS DE UN CORAZÓN
    ebook
    Titulo del libro
    SÚPLICAS DE UN CORAZÓN
    JACQUELINE BAIRD
    Una esposa... en todos los sentidos.Penny tenía un gran problema: su ex novio Marco Maffeiano era el propietario de ...

    Q. 23

  • DEUDA PAGADA
    ebook
    Titulo del libro
    DEUDA PAGADA
    JACQUELINE BAIRD
    Durante unas vacaciones en Grecia, Eloise se enamoró del poderoso magnate Marcus Kouvaris. Años después, Marcus volv...

    Q. 23

  • ESCRAVA DA PAIXãO
    ebook
    Titulo del libro
    ESCRAVA DA PAIXãO
    JACQUELINE BAIRD
    Esperas mesmo que vá para a cama contigo só para saldar a dívida do meu pai?O milionário italiano Max Giordano sabia...

    Q. 20

  • VINGANçA AMARGA
    ebook
    Titulo del libro
    VINGANçA AMARGA
    JACQUELINE BAIRD
    De repente estava casada com um homem que a desejava, mas que também a odiava?Charlotte Summerville era uma interess...

    Q. 21