BAILE DE MÁSCARAS
ebook

BAILE DE MÁSCARAS

Editorial:
HARLEQUIN IBÉRICA PORTUGAL
Materia
Novela
ISBN:
978-84-687-7476-3
Páginas:
160
Formato:
Epublication content package
Derechos eBook:
Copiar/pegar: Prohibido.
Imprimible: Prohibido.
DRM
Si
Colección:
SABRINA | SABRINA

Decidiu seduzi-la para conseguir dela a única coisa que não estava sobre a mesa de negociações?

Era a primeira vez que Tiffany Davis assistia ao baile de máscaras do clube secreto Q Virtus. Por detrás do seu disfarce, podia ocultar as suas cicatrizes e mostrar a sua verdadeira personalidade. Era uma mulher de negócios poderosa com uma proposta para fazer ao presidente da Bregnovia, Ryzard Vrbancic.

Embora tivesse ficado atónito perante a sua audácia, Ryzard não pôde deixar de se sentir hipnotizado pelos seus ardentes olhos azuis. Ele não tinha interesse em fazer negócios, porém não foi capaz de resistir à sua coragem e determinação.

Otros libros del autor

  • AMANTES CONTRA SU VOLUNTAD
    ebook
    Titulo del libro
    AMANTES CONTRA SU VOLUNTAD
    DANI COLLINS
    Para él sería un verdadero placer convertirla en su amante.A Gwyn la habían metido en un buen lío. Habían subido a l...

    Q. 24

  • SEDUZIDA POR ELE
    ebook
    Titulo del libro
    SEDUZIDA POR ELE
    DANI COLLINS
    «Desejo-te, Natalie. E não depois das cinco da tarde. Agora».Todas as mulheres têm uma fantasia com a qual só se atr...

    Q. 21

  • VOTOS DE VINGANçA
    ebook
    Titulo del libro
    VOTOS DE VINGANçA
    DANI COLLINS
    A vingança nunca fora tão doce?Melodie Parnell era calma e contida, mas sempre quisera sentir uma paixão incontroláv...

    Q. 21

  • UM HOMEM SEDUTOR
    ebook
    Titulo del libro
    UM HOMEM SEDUTOR
    DANI COLLINS
    Governado pelo dever... movido pelo desejo.O xeque Zafir, um rei entre os homens, não podia permitir que a emoção ou...

    Q. 21

  • VOTOS DE VENGANZA
    ebook
    Titulo del libro
    VOTOS DE VENGANZA
    DANI COLLINS
    La venganza nunca había sido tan dulce? Melodie Parnell era tranquila y contenida, pero siempre había querido sentir...

    Q. 25